2.4.06

COISA MINHA

...
Você me causa uma coisa
aqui dentro, tão denso
sem definição nem dimensão
assim, acima de tudo
que se de perto, aperta
que se há porta, aporta
e se aterrisa, aterroriza
certezas, de certo
e errado, que arredo
com ciência
...
que mexe
que murcha
que muda
que cresce
e que pede
...
mas não pode

3 comentários:

Ellemos disse...

Ah, esse jogo que ouso julgar delicioso...!

E me "causa uma coisa"...

vanessa_fmc disse...

SENSACIONAL! Só quem já sentiu essa coisa dentro de si vai entender o quão boa é a poesia... Parabéns! Pelo texto e por viver...

Anônimo disse...

Nice idea with this site its better than most of the rubbish I come across.
»