8.8.06

DUAS SEMENTES DE DOIS

.
O QUE EU QUERIA
.
Escrever poemas de humor
De amor só sambas
.
^^^^
.
PRA PERCEBER POESIA
.
Não me borboleto por lugares comuns
No máximo maripouso-me
.
^^^^

38 comentários:

Keila Sgobi disse...

muito curto
acredito que posso dizer:
raro.

E a raridade se torna lugar-comum em SP...

Flores

Tiago disse...

o que eu queria mesmo era perceber de poesia.
sao simples e completos.
Gostei..

um abraço
Tiago

Rayanne disse...

Maripousa-te.
Observando a luz dos pensamentos
poesiastes.

estrelas.

Clarice disse...

escreva ambas, inverta, verta, vertigem, verbo, voe na asa da mariposa.
beijo

Ellemos disse...

Ah! que amores estes poeminhas! Bem longe dos lugares comuns!

Beijos!

A czarina das quinquilharias disse...

eu adoro seus curtinhos!!:D
poemas de humor, eu também sou a favor!
(e num fica com ciúmes, nãaaaaaaao!!!!!!!!!!!)

Tanara disse...

que tu encontre flores!
.
beijos

m.t. disse...

nossa, bom demais!

:]

bruno zanchetta disse...

Fala meu caríssimo jovem talentoso, usei um trecho de sua poesia no fotolog da minha namorada, com o devido crédito é claro; obrigado pela visita lá!
Apareça sempre amigo!
Abração.

bruno zanchetta disse...

Ah sim, o trecho que usei foi esse: Não me borboleto por lugares comuns
No máximo maripouso-me.
Abração.

ariane disse...

é sempre um delicioso passeio andar por esses jardins, tem cheirinho fresco de grama molhada...
bjs

Márcia(clarinha) disse...

Voe apenas...
beijosssssssss

pedro pan disse...

, e a poesia te pousou. te maripousou. te ousou. lambuzou...

|abraços meus|

Marcellinha disse...

Gotinhas! Adoro elas! E essas tão lindas!

Monte de bjs

Aerodrama disse...

Nossa senhora!!! Muy belo!!!!
Está de parabéns!!!!!!!!!

Muito bem construído e muito eficez na passagem da mensagem!!!!

Um abraço,
Aerodrama.

Valéria disse...

ah acho que libela-se... acho sim... e dá voltas e voltas neste jardim!
beijo

remosaraiva disse...

E eu, em posição devota de louva-deus, agradeço o espirro que um poeta santo ou anjo nos deu.


Abração!!

REMO.

ObservadOOr disse...

E as mariposas estão voando... Abraços

Nanna disse...

Por isso vivoando por aqui...

Beijos!
:)

Lia Noronha disse...

Leandro:muita paz eu percebo no seu ambiente poético...abraços com carinho pra vc.

Anônimo disse...

Comuns lugares: outros olhares,
Inóspitos casulos: soturnos?
Maripousa-me? Maripouso-te.

;-)
Bacci!
Carol

vanessa_fmc disse...

E que apareçam muitos lugares incomuns para você borboletar... Gosto mais dessa lógica...rs...
Beijos com saudades!

Mary disse...

Desses pousos que nascem tuas sementes...



=**

MalucaResponsavel disse...

Olá,
gstei destas sementes a dois... bj

Mary Jane disse...

De amor, sem sambas.
Tô correndo...
... e cansando.
Sinceramente. :-/
Um beijo, Menino

bruno zanchetta disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
bruno zanchetta disse...

aí vai o endereço:

www.fotolog.net/_catastrophize_

é a moça do blog sobretudo nada...
abraço!

Luzzsh disse...

Oi amigo-por-parecença-d'alma-poeta,

Isso!!! Poemas de humor!!! Borboleteia por onde poucos ousam borboletear e traz sempre novos maripouseios como esses aí...Bjs

Aline disse...

Ah...

Lindo!

Cristiano Contreiras disse...

Putz Leandro, adorei o 'Não me borboleto por lugares comuns
No máximo maripouso-me'

você provoca e causa admiração, abraços!

Clauky Saba disse...

estás certo poetamigo,

não gaste o vôo da borboleta para comuns lugares, a beleza merece outros ares... mar & pouse.

Poetabraços

Clauky

bruna maria disse...

Maripousando de palavra em palavra você traz grandes idéias. (Esse termo, "maripousar", é MUITO interessante!)

Um beijo!

Lubi disse...

Fantásticos.


Beijo, Jardim.

bruno zanchetta disse...

...apenas eu os via, prisioneiro de algum delírio secreto. Suas asas eram negras e carregavam nelas, como mariposas os vícios das criaturas da escuridão... uma bela escuridão.
Abraço.

as_estrelas disse...

nossa...
que lindo
delicado
como as borboletas
meu amigo
tu escreve muito bem
ainda vou escrever assim
(rssss....)

Ordisi disse...

Bom humor. Bom post. Abrs.

Fábio Aristimunho disse...

Puts, eu também queria escrever poemas de humor. Até que já consegui fazer alguns, mas no geral só faço de mau humor.

Elenita disse...

Absurdamente apaixonada pelo seu blog.
Um beijo.

Ps. Vou te citar com as referências adequadas... pode?