20.12.07

iluminações

encontraste

dia
bela
ela

noite
breu
eu
***
Vaga-lume

Diz teu nome, vaga-lume,
e me leva a vagar
por teus infinitos túneis.

Faz da tua pequena luz
sol do meu micro mundo
ou estrela que espeta o breu.

É brejo esse fundo à volta, vê,
e o que ouve são meros grilos,
agora somos só eu e você.

21 comentários:

Sandra Regina de Souza disse...

O brilho dos versos me trouxe... Vagando... beijos

Clóvis disse...

bonito!
"mas é na escuridão que a mais minuciosa luz pode fazer-se inteira..." eu tenho uma canção assim, e foi justamente um vaga-lume quem me inclinou aos versos.

Abraço.

FINA FLOR disse...

e o grilo diz, cri, cri

ó, moço querido, estou passando, hoje, para deixar meu beijo de fim de ano e dizer que desejo os melhores aromas, amoras, amores, brilho e brisa para o ano que está para acontecer.

até,

MM.

Erika disse...

Um Natal abençoado e um Ano nOVO VAGA-LUME, ILUMINADO PRÁ VC.

Beijos

www.oncoto.erikamurari.com.br

tita coelho disse...

Lindo brilho....gostei do micro mundo...rsrs
beijos meus

paulo vigu disse...

Cuidar e permitir o amor. Ter paz ser zen. E amar.
Bom natal - Grande Virada. 2008 - Lá vamos nós. abraço, poeta! Riodaqui aí

Thiago Ponce de Moraes disse...

Jardim, não há palavras para o Pessoa. E, sim, também me é muito caro aquele poema que disse: "Para sê grande (...)". Ele é, em verdade, do Ricardo Reis.


Grande abraço, feliz Natal e bom ano novo.

André L. Soares disse...

FELIZ
(André L. Soares)
.
De hoje até sempre,
fica estabelecido:
todos os corações serão puros,...
tão abertos e francos
quantos os sorrisos;
a partir de então,
pela graça
de um presente Divino,
só haverá manhãs de sol
e todos os dias
serão ‘domingo’!
.
.
.



Obrigado por caminhar esse ano ao meu lado.
Feliz Natal e próspero Ano Novo!

André L. Soares
.
.
.

amourinha disse...

Um dia você faz!!

Quem sabe com a sua família, visitar sua terra natal!
Não sei se você sabe, mas eu tenho um acordo com meu irmão e minha mãe, viajem dos 3 anual.
2007 foi pro Maria bonita
2008 é o meu resgate...

beijocas

Alex Pinheiro disse...

De flores, pragas e sementes somos, feitos fomos pelo breu que, ilhado, assiste a decadência do brejo,,, do amor,,, do brega...

Belas palavras,,,

Abraços e iluminadas invenções!

Ramon Alcântara disse...

Opa.... já tinha lido algumas coisas suas no 7 cabeças, visito a casa, o lar.... nesse caso, o jardim.... gostei do conceito do seu blog.... adoro tmb poesias partidas, zipadas... coisas da produção literária virtual.... são flores-bytes... praga-vírus... semente-cabeçashumanasdesangueecraneeossoepus.....

abz, add!

Marcela Bertoletti disse...

Adorei o seu blog.
Hoje estou num dia vadio, procurando blogs interessantes e me deparei com o seu.
Lindos poemas! Vim regar um pouco o seu cantinho. E virei outras vezes.

Beijos

Marcela

Múcio L Góes disse...

voa
vaga
lume

luz
vácuo
apaga


lindos brilhos!

[]´s

Zaira Brilhante disse...

So fico me perguntando quando vou poder ter tudo isso em livro, pra ler, reler e guardar bem guardado na estante ;)

Um otimo 2008 pra vc guri!!!
bjsss

Erika disse...

Feliz Todo Dia Novo prá vc.

Beijos

"Oncotô?"

Keila Sgobi disse...

Socorro!
Que solidão!

Thiago Lira disse...

Versos calmos
carregados de vida

Muito bom

A czarina das quinquilharias disse...

ficaram myo bons!!! :D

Ramon de Alencar disse...

...
-Para as trevas, basta uma fagulha de luz... para o branco do papel, uma palavra..
E que dizer de tantas palavas feito estas tuas....
Jardim sim....

Anônimo disse...

ei ei ei! qt tempo nao passo aqui...como sempre muito bom! e pra nao perder o costume:

manoel de barros...

"...Eu sei dizer sem pudor que o escuro me ilumina."

bom te ver!!

hasta!
beijobeijobeijo

Raiça Bomfim disse...

Leve, belo e divertido! Que bom, bom.