12.5.07

PÁSSARO DOS VENTOS

Sou todo um norte desconstruído,
de um sul pseudo-
sabido
batendo lestes e oestes
feitos asas
maltrapilhas e agrestes.

26 comentários:

*Caroline Schneider* disse...

Schön... viestes voando enfeitar o meu sábado... adorei as asas "maltrapilhas e agrestes"! Beijocas estaladas* e um maravilhoso final de semana pra ti!

não sei disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
cabidela disse...

a letra é a rosa dos ventos!
linkei o seu nobre jardim. Você como leitor fiel da cabidela é o link N.1!!!!tomei a liberdade de usar o meu estilo pra chamar as pessoas pra passearem no seu jardim!!!
espero que aprove...

vanessa_fmc disse...

Mesmo que maltrapilhas e agrestes
Elas aindam batem
E te permitem voar
Talvez não pra longe
Mas de cima vêem
O que vivias a imaginar
Ainda que não saibas onde.

Beijos!!!

aNNaFLaVia disse...

Bonito!!


Ai, agora quero ouvir você imitando o pato donald!
=D

dän disse...

ah... seus espacinhos sao ótimos. blogs-paraíso! beijao, moço! volte mais vezes?

Marília Passos disse...

que direto :) bem dito, bendito poeminha, nada pequeno, hum?
boa metáfora, gostei do seu blog ^^

me deixe dizer ainda que sinto falta disso pelo mundo, sobretudo hoje, poemas que falem, e não só esperneiem e gritem sem sentidos. acho que vc entende o que eu quis dizer :)

Marília Passos disse...

meniiiino, que músicas lindas! eu to aqui ouvindo e ficando besta hehehe sobre os seus livrinhos, achei mto bom também, e tem gente muito boa que faz isso por cá tambem, em fortaleza :) depois te mostro uns bem legais se quiser.

e empolguei mesmo com a música porque eu tento fazer coisa parecida com violao, gaita e amigos :) pegar poema, ouvir musica, musicar e sair por aí.
bem bonitas mesmo as suas sementes,
interessante encontrar vc lá no Manufatura :)

jurema jaborandi disse...

pássaro dos ventos, mar e dor..
fiquei encantada com tudo o que disse. (em breve retorno, e com um comentário decente!)

Jackie disse...

Hehehehe bem intrigante Leandro! Mas bonito sim! Bjokas!!!

Analuka disse...

Olá, Leandro... Já havia passeado pelo teu Jardim dias atrás... e hoje li algo no blog da Bárbara Lia sobre teus "livros artesanais" ... Fiquei curiosa!...
Bom sentir o vento agreste daqui, e encontrar outras asas... Me atrevi a linkar teu blog, Ok?... Jardins me apetecem... Beijo de borboleta surreal.

clarice disse...

e é aí que mora teu verdadeiro (des) equilíbrio...

vim cá para que não morras de saudade, porque te quero muito vivo! (rs)
regando Jardim deixo beijo perfumado

Rayanne disse...

E migrando sempre,
do amor
ao ardente!

Doce, doce.
Saudade.

**Estrelas**

moacircaetano, todo prosa! disse...

...voando sob versos e oceanos...

Ácido Poético disse...

e suas palavras são a brisa perfeita para semear poesia.

Um abraço, meu caro
Brunø

Leandro Ferreira disse...

viajou o mundo!

de lá
a cá
...

abraço

Luzzsh disse...

Oi querido,

Tem asas. E isto é tudo o que importa. Vês? Como chega a todos os lugares?

;)

Beijos 'Dinzin...

dän disse...

o "oi" do dia!

diovvani mendonça disse...

Sim, claro. Pássaro dos ventos, jardineiro, semeador de poesia mundãoaflora. AbraçoDasMinas

Alê Namastê disse...

Voe!

Larissa Marques disse...

Já eu sou pássaro perdido, banido, varrido para um canto escuro e esquecido!

Rubens da Cunha disse...

Oi Leandro,
obrigado pela visita ao Casa de Paragens.
abraços
Rubens

Mapa do meu nada disse...

"ando só como um passaro em bando"

Jeniffer Santos disse...

Olá,gosteu do teu blog.
Parabéns pelos poemas!

beijos!

Larissa Marques disse...

Menino, me adiciona na lista de e-mails, quero receber as atualizações. Ah, quero o segredo de como fazer isso. Beijo!

remo saraiva disse...

Bem bacana!!

Abração!!


PS: Rapaz, a gente precisa terminar aquele assunto/projeto lírico!